Home / Saúde & Bem Estar / Espaço Fitness / Mobilidade Articular

Mobilidade Articular

A mobilidade é a capacidade de o corpo executar movimentos de pequena e grande amplitude, livres de qualquer restrição. Pode ser entendida também como o grau de amplitude obtido de forma ativa através da aplicação de uma força interna em determinada articulação referente à quantidade de movimento que esta possui. Enfim, é movimentar-se de maneira correta e sem limitações permitindo que nosso corpo utilize toda a sua potência de forma segura e eficiente.

Por que mobilidade é importante?

Prevenção de lesões: A estabilidade da coluna vertebral protege o sistema nervoso central, o movimento livre das articulações promove uma adaptação ao movimento de forma suave e adequada para suportar as cargas ou volume. Executar movimentos em posições inadequadas é um grande convite para lesões e disfunções musculares.

Aumenta a eficiência do movimento: A movimentação correta das articulações melhora a qualidade do movimento, deixa o movimento suave e sem impedimentos (Ex: Pistol, OHS, Levantamentos Olímpicos).

Melhora a performance: Entender como estabilizar as articulações e ativar os grupos musculares resultam em um aumento fantástico da performance. A mesma estabilidade que protege contra lesões é a sua base para gerar mais torque, ou seja, suportar e levantar mais cargas. Biomecânica e Posição correta = Maior estabilização e torque.

A eficiência do movimento, biomecânica correta sem limitações, diminui o gasto energético para executá-lo, resultando em menos desgaste.

Controle motor: Utilizar o quadril ao invés da lombar, utilizar o core como base para suportar cargas, gerar força e transferi-la corretamente, além de ter uma biomecânica do movimento adequada. Saber a posição de início do movimento, execução e finalização, é um item que aumenta o desempenho ajudando a gerar mais torque ou economizar energia.

Aumenta a amplitude de movimento ativa: O alongamento aborda a amplitude de movimento de maneira estática, apenas naquela posição, porém o músculo necessita de uma amplitude ativa, afinal estamos nos movimentando. Muitos alunos/atletas possuem mobilidade nas posições de início e finalização do movimento, porém sente uma pequena limitação durante o “túnel”, movimento que liga o início ao fim do exercício, ou seja a execução. O atleta inicia um Back Squat pesado na posição perfeita, atinge a profundidade adequada com os joelhos na posição correta, e quando volta para a posição inicial os joelhos fecham (sofrem uma adução), demonstrando um sinal clássico de uma limitação de mobilidade. Alongamento é como um exercício isolado é especifico para aquela posição, enquanto mobilidade prepara para o movimento de forma global.

O alongamento foca apenas o comprimento de um músculo encurtado e rígido. Mobilização por outro lado, é o movimento baseado na integração do corpo todo abordando e encontrando todos os elementos que limitam o movimento e a performance, incluindo músculos encurtados e rígidos, restrições de tecidos moles, cápsula articular, problemas de controle motor, disfunção na amplitude de movimento e problemas neurais dinâmicos. Resumindo, mobilização é a ferramenta para encontrar de forma global problemas de movimento e performance.

Fique esperto, o seu treinamento inclui exercícios de mobilidade articular?

Procure um Profissional de Educação Física e cuide da sua saúde de forma consciente e global, uhuuuu!

Sobre Maiara Eckstein

Author Image
Personal Trainer / CREF: 007463-G/BA Profissional de Educação Física, com experiência em Treinamento Funcional (Core 360), Avaliação Física, Ginástica Laboral e Clube de Corrida e Caminhada. Tel: (71) 9233-1391 e-mail: mayeckstein@hotmail.com

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*