Home / Diversão & Arte / Amandicas / NEVE NEGRA (Nieve Negra, ARG/ESP 2017)

NEVE NEGRA (Nieve Negra, ARG/ESP 2017)

Depois que pude conferir Relatos Selvagens (http://bloginzine.com.br/site/relatos-selvagens-relatos-salvajes-2014-argentina/), quando me deparo com uma produção argentina já fico de antenas ligadas, esperando algo diferente dos grandes filmes de Hollywood. E eis que Neve Negra não decepciona, sendo um excelente filme de suspense, tenso na medida certa, extremamente escuro, e muito, mas muito claustrofóbico apesar de se passar numa imensa floresta. O filme é agoniante e logicamente que Darin se supera, entregando uma atuação que preza pelos detalhes, pelos olhares, pelas expressões.

Neve negraApós a morte do pai, Marcos (Leonardo Sbaraglia) recebe uma proposta irrecusável: vender o terreno da família, na inóspita Patagônia, por 9 milhões de dólares. Mas como na vida nada é fácil, Marcos tem que conversar com Salvador (Ricardo Darin), primogênito de quatro irmãos, que vive completamente isolado em uma simples cabana no meio da floresta, depois que foi acusado de matar o caçula Juan quando era adolescente. Marcos segue para conversar com Salvador, juntamente com sua esposa grávida, Laura. Antes de chegar a Salvador, Marcos e Laura tentam visitar Sabrina (Dolores Fonzi), única irmã, que está internada num manicômio, após os eventos trágicos da família. Salvador, bastante arredio, depois de anos sozinho, recebe Marcos e Laura e a visita toma rumos estranhos, com grandes segredos, antes enterrados, vindo a tona.

Neve Negra tem uma narrativa que mistura passado e presente de uma formão tão sutil que não fica confuso, sendo até bastante natural. Um filme de detalhes, de sons, poucos diálogos, muitos olhares e expressões, com uma trilha sonora densa, que deixa o filme bastante sombrio e carregado, assim como seus tons escuros. Um excelente suspense, com uma reviravolta esplêndida e um final, ahhhhh, um final daqueles que você fica assim: “O que acabou de acontecer??? É sério isso??? Acabou mesmo?? Nãããããõoooooooooooo!!”. O final é simplesmente surreal, dando margens a diversos questionamentos, porque não é um final fechado, ficando em aberto e a cargo de espectador decidir o que se segue. Neve Negra é um filme bastante corajoso, com uma temática pouco utilizada e que você, provavelmente, não verá em nenhuma produção norte-americana. Se quiser fugir do tumulto de Mulher-Maravilha (que também estreia dia 01 de junho), assista Neve Negra na paz de Buda, que não tem arrependimento, é filmão de suspense pra deixar qualquer um boquiaberto e sem respirar quando a verdade vem à tona!!! Ponto para os Hermanos, abre a cabeça, deixa o preconceito de lado, porque vale MUITO a pena!! Confere lá e me diz se curtiu!!! 😀

Sobre Amanda Oliveira

Author Image
Cinéfila de plantão, assistente social nas horas vagas. Apaixonada por filmes de ação bem mentirosos, daqueles que desafiam a física... Viciada em livros, séries de TV e chocolate!!!

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*